domingo, 29 de junho de 2014

Amor Com Toque de Samba Tropical e um Triste Fado

 

Sentia-se cansado, desiludido a beira de uma depressao. Era assim que se sentia Leornardo Castanheira um dos melhores fotojornalistas freelancer do momento em actividade do momento que apesar de tudo nao se conseguia sentir realizado profissionalmente e muito menos pessoalmente.

Era requesitado pelas melhores revistas e jornais para ir fazer reportagens das festas do jet set rodeadas de pessoas VIP que muitas vezes comecavam a beber e depois so depois e que se viam do que eram capazes de fazer aquelas senhoras da alta sociedade quando ja nao conseguiam controlar-se e comportar-se com dignidade, algumas por vezes nem mesmo conseguiam andar. Como as revistas e jornais muitas vezes eram propriedade dessas mesmas pessoas da alta sociedade era por vezes frequente que muitas fotos nao fossem publicadas, Leonardo ao principio sentia revolta, sentia que afinal ainda havia censura mas com o tempo aprendeu a viver com isso.

sábado, 28 de junho de 2014

Os Tres Filipes de Espanha Reis de Portugal

 

Com a morte do Jovem El-Rei Dom Sebastiao na batalha de Alcacer-Quibir a 4 de Agosto de 1578 Portugal ficara sem Rei e o jovem Dom Sebastiao entao falecido com 24 anos nao deixara tambem qualquer herdeiro para o trono de Portugal que deixasse segura a sua sucessao, estava entao agora criado o maior problema de sucessao para o trono de Portugal enquanto Pais monarquico e governado por reis.

A morte do Rei de Portugal Dom Sebastiao na Batalha de Alcacer-Quibir levou a uma crise de sucessao ja que o mesmo nao tinha deixado descendencia pela sua tenra idade e mesmo que tivesse iria certamente demorar alguns anos para que o herdeiro pudesse reinar. Pela proximidade de parentesco, coube a governacao ao Cardeal Dom Henrique, aclamado Rei de Portugal a 28 de Agosto de 1578.

domingo, 15 de junho de 2014

Tarde Demais Para Dizer Que te Amo

 

Agora era um homem livre, livre para seguir para os teus bracos, abracar-te e dizer o quanto te amava e o quanto tinha errado a 30 anos atras quando troquei o nosso amor por tudo o resto. Era tudo o que eu mais queria era voltar atras e reparar os erros nao apenas da minha juventude mas tambem dominar os limites da minha ambicao, nao me era possivel fazer tal mas agora eu era livre nada me impedia de te procurar, tinha que te dizer que te amo, pedir o teu perdao, sabia que nao eras orgulhosa e nem guardavas rangor mas mesmo assim nao ia ser facil mas estava disposto a lutar por isso e por ti.

Eramos jovens filhos de familias importantes, das mais importantes e respeitaveis da terra o nosso ciclo de amigo era pequeno como normal numa vila nao muito grande do interior ribatejano. Eu acabava de regressar tinha terminado os meus estudos na universidade e o futuro nao me era risonho nao estava facil para alguem acabado de se formar em Historia com licenciatura em Historia de Arte arranjar trabalho ainda mais ali por aquelas bandas.

sábado, 14 de junho de 2014

Hippies um Modo e Estilo de Vida Diferentes, "Paz e Amor"

 

Os hippies. Quem viveu o seu tempo febril e igualmente sua epoca dourada jamais podera esquecer-se daquele grupo social de gente que nao parecendo ser de todo anti social pareciam fazer questao de estar fora do contexto da sociedade em si ou ate mesmo dos principios, regras, leis, valores sociais e morais da mesma sociedade. Iam crescendo e tornando-se cada vez mais optavam tambem por viver num sistema diferente dos demais em locais que chamavam e todos conheciam como comunidades. Era um espaco ao ar livre mas fechado aos que estavam fora do seu movimento social onde criavam e viviam de acordo com as suas proprias regras e leis, viviam segundo o seu modo de ver a vida e onde eram compreendidos e nao eram disciriminados, viviam muitas vezes isolados do mundo ou pelo menos da sociedade que ate os ia aceitando mas nao parecia de todo conseguir entender suas ideologias e compreeder a gente daquele movimento social que os mesmos seguiam.

terça-feira, 10 de junho de 2014

O Papel e Direitos da Mulher Muculmana na Sociedade do Islao



Que direitos tem a mulher muculmana na sociedade em que vive perante os factos que foram apresentados ao mundo e que so nao sao de conhecimento de quem os quer ignorar mesmo, parece que os direitos da mulher muculmana sao poucos, muito pouco sobretudo quando se trata de direitos de igualdade social perante os homens.

Ao que vejo a mulher na sociedade islamica sobretudo nas comunidades mais conservadoras e radicais nao deixa de ser considerada um ser humano mas um ser humano com inumeros deveres e obrigacoes e muitos poucos direitos. So mesmo em casos muito raros a mulher consegue um lugar de destaque na sociedade e ate no mundo politico como foi o caso de Benazir Bhutto Primeira Ministra paquistanesa por duas vezes e brutalmente morta num atentado a 27 de Dezembro de 2007 onde morreram mais 20 pessoas no impacto da explosao. Um dirigente de Al-Qaeda reivindicou o mesmo atentado.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Uma Paixao em Silencio



Missao cumprida era tudo o que se poderia dizer daquele casal de meia idade que acabava de casar o ultimo dos tres filhos, agora seria de novo o apenas tu e eu. Seria tambem de novo quase trinta anos depois o silencio ao Jantar que so era interrompido pelo barulho dos talheres e do copo que se levantava e voltava a colocar na mesa.

Entre si nao havia dialogo pelo menos verbal por forca do destino eram ambos obrigados a usar a linguagem gestual aquela que lhes fora ensinada e aquela que tiveram que tratar de ensinar aos filhos para que os mesmos pudessem entrar em dialogo com os pais e sobretudo para entenderem nao apenas o mundo uns dos outros mas entenderem-se a eles proprios. Sabiam que nao era facil para os filhos terem pais que eram um casal de mudos e que desde de cedo tinham sido eles a voz dos pais para o restante mundo e sociedade.

domingo, 1 de junho de 2014

As Seis Esposas de Henrique VIII de Inglaterra

 

Tenho antes de mais a acresentar que esta cronica comecou a ser planeada apos uma amiga do facebook sugerir que eu escrevesse uma cronica sobre a Rainha Ana Bolena que fora a segunda das seis esposas que Henrique VIII de Inglaterra tivera na vida. Pode-se dizer portanto que o trabalho e da minha autoria como todos os outros mas este comecou por se tratar de uma sugestao dessa mesma amiga, talvez um dia me viesse a passar pela cabeca faze-lo mas de  facto ate essa minha amiga me falar em escrever sobre a tal Rainha personagem da Historia Universal nao me passava pela cabeca vir a realizar o mesmo, ela pediu-me para escrever sobre a mesma por achar a sua historia sinistra.

Comecei por comecar a elaborar o trabalho e logo no inicio da pesquisa pensei, porque nao fazer uma cronica nao apenas sobre a Rainha Ana Bolena mas juntar todas as esposas do Rei Henrique VIII da Inglaterra, fazer um trabalho tal como fiz com as tres esposas do Imperador Nero. Da ideia passei rapidamente a pratica e o resultado esta agora aqui a ser apresentado.