domingo, 11 de outubro de 2015

Entre a Vida e a Morte



Entre a vida e a morte! Ainda lhe custava a acreditar mas era assim mesmo que ele se encontrava naquele momento e na verdade nao muito longe no tempo jamais pensava estar naquela situacao, um mes atras tal era impensavel. Era a vida tinha que se convencer disso e se os medicos nao o conseguissem salvar ia ter que aprender a conviver com isso durante todo o tempo de vida que lhe restava, seria melhor portanto procurar aproveitar cada momento.

Nada  o fazia sorrir nem sequer o aniversario que se aproximava nos ultimos tempos tinha passado mais tempo nos hospitais do que em casa ou seria a partir daquele momento o hospital a sua casa, nem aquela data que se aproximava o fazia sorrir ou sentir-se feliz antes pelo contrario sentia-se triste quando pensava que aquele aniversario poderia vir a ser o ultimo. Na podia ser sentia que lhe fazia falta algo mais, aquele lugar nao lhe pertencia, nao era dali, nao se sentia enraizado mas sabia que em mais lado nenhum o podiam salvar.

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

O Jejum

                                               

Se existem sacrificios nas religioes e ate seitas religiosas que invadem o mundo sem duvida um deles e a penintencia do Jejum, eu proprio o pratiquei quando fui membro e seguidor de uma certa seita religiosa (talvez um dos maiores erros da minha vida mas isso nao vem ao caso agora) era tradicao os membros a partir de certa idade e estando em pleno estado de saude praticar o acto em todo o primeiro sabado/domingo de cada mes.

Na vida cometemos varios erros e esse foi um dos que cometi na minha, penso que nao e com jejum e ofertas que chegamos ao perdao pelos pecados e muito menos seja uma prova de crenca o pagamento de dizimos. Considero igualmente a ideia de criancas de certa idade fazerem ou terem feito tais praticas nos dias de hoje as criancas sobretudo antes do baptismo nao praticam mas essa pratica ja foi imposta as mesmas de recordar  caso dos pastorzinhos de Fatima, Francissco e Jacinta ao que indica e se diz adoeceram e uma das causas para adoecerem e virem a falecer foi o excesso de jejuns a que eram submetidos Francisco Marto tinha 9 anos enquanto a sua irma Jacinta Marto tinha 10 anos na altura das suas mortes.