domingo, 15 de novembro de 2015

Os Julgamentos de Nuremberg



O tema em si desperta o meu interesse porque foi o julgamento daquele que e considerado um dos maiores crimes e atentados contra a humanidade durante a II Guerra Mundial (1939-1945) no entanto como se sabe aquele que e apontado como sendo o principal Autor dos mesmos atentados e genocidio com mortes em grande massa nao estava de facto presente, Adolf Hitler (1889-1945 (?)) apos ver a sua Alemanha Nazi derrotada no final da guerra acabou por segundo consta cometer suicidio mas se embora o seu corpo nunca tenha sido apresentado ao publico a Historia diz que o mesmo se suicidou em 30 de Abril de 1945 com uma arma de fogo ou envenenado com Cianeto. Os rumores apontam tambem para que o mesmo tenha sobrevivido tendo de seguida fugido para um pais da America do Sul, Argentina, no qual viveu exilado no anonimato ate ao fim dos seus dias. Uma teoria na qual eu nao acredito e que muitos poucos lhe dao algum valor afinal que pais iria ter coragem de dar Asilo Politico para um homem como Adolf Hitler e ainda para mais mante-lo no anonimato dando-lhe ate toda proteccao e cobertura! O risco seria enorme. Na minha opniao pessoal Hitler suicidou-se quando viu que ja nao tinha saida e que o suicidio era a sua unica escolha para nao cair nas maos das tropas aliadas ainda vivo.

Este trabalho deu-me para ja uma ideia de em tempos futuros realizar uma cronica a falar somente dos condenados a morte do Julgamento de Nuremberg e uma outra tambem a falar dos que foram absolvidos ou tiveram uma pena que nao fosse a pena de morte. Houve de tudo neste julgamento penas de morte, suicidios, penas de prisao perpetua, acusacoes canceladas por estado de saude do Reu ser debilitada, penas de 10, 15, 20 anos e finalmente absolvicoes entre os julgados.

 
O Julgamento de Nuremberg foi constituido por uma serie de tribunais militares, realizado pelas forcas aliadas depois da Segunda Guerra Mundial, conhecidos pelos processos contra os proeminentes membros da lideranca Politica, Militar e Economica da Alemanha Nazista (1933-1945). Os julgamentos ocorreram entao na cidade de Nuremberg, Alemanha, entre 20 de Novembro de 1945 e 1 de Outobro de 1946.

O termo Jubiley (oficialmente Tribunal Militar Internacional vs. Hermann Goring etal.) aponta inicialmente para a abertura dos primeiros processos contra os 24 principais criminosos de guerra da Segunda Guerra Mundial, dirigentes do Nazismo, ante o Tribunal Militar Internacional  (TMI) (International Military Tribunal, IMT).

Apos estes julgamentos, foram realizados os Processos de Guerra de Nuremberg, que tambem levavam em conta os demais processos contra medicos, juristas, pessoas importantes do governo entre outros, que aconteceram perante o Tribunal Militar Americano e onde foram analisadas 117 acusacoes contra os criminosos.

                                            
Em 8 de Agosto de 1945, as quatro grandes potencias (Estados Unidos, Uniao Sovietica, Gra-Bretanha e Franca) assinavam, em Londres, o acordo sobre o Tribunal Militar Internacional e os estatutos pelos quais se havia de reger o tribunal. Estabelecia os direitos e obrigacoes de todos os que haviam de tomar parte do mesmo, regulamentava a forma de proceder e fixava os factos principais a que tinham de se sujeitar os Juizes.

O Artigo 24º dos estatutos estabelecia: "...O procedimento deve ser o seguinte:

. A) Sera lida a acusacao;
. B) O interrogara cada um dos acusados sobre se se considera culpado ou inocente;
. C) O Acusador expora a sua interpretacao da acusacao;
. D) O tribunal perguntara a acusacao e a defesa sobre as provas que desejam apresentar ao tribunal e decidira sobre a conveniencia da sua apresentacao;
. E) Serao ouvidas as testemunhas de acusacao. A seguir as testemunhas de defesa;
. F) O tribunal podera dirigir a todo o momento perguntas as testemunhas ou acusados;
. G) A acusacao e a defesa interrogarao todas as testemunhas e acusados que apresentem uma prova e estao autorizadas a efectuar um contra-interrogatorio;
. H) A defesa tomara a seguir a palavra;
. I) O acusado dira a ultima palavra;
. J) O tribunal anunciara a sentenca...

O Tribunal de Nuremberg decretou 12 condenacoes a morte, 3 prisoes perpetuas, duas condenacoes a penas de 20 anos de prisao, uma a 15 e outra a dez anos. Hans Fritzsche, Franz von Papen e Hjalmar Schacht foram absolvidos.

 
Os 24 condenados, cargos e condenacoes:

1. Nome: Martin Bormann (1900-1945).
Cargo: Vice-Lider do Partido Nazi e Secretario Particular do Fuhrer (Adolf Hitler).
Condenacao: Morte por enforcamento (1) (In absentia).

2. Nome: Karl Donitz (1891-1980).
Cargo: Presidente da Alemanha e Comandante da Kriegsmarine.
Condenacao: 10 anos de prisao (1).

3. Nome: Hans Frank (1900-1946).
Cargo: Governador Geral da Polonia Ocupada.
Condenacao: Morte por enforcamento (2).

4. Nome: Wilhelm Frick (1877-1946).
Cargo: Ministro do Interior, autorizou as Leis de Nuremberg.
Condenacao: Morte por enforcamento (3).

5. Nome: Hanz George Fritzsche (1900-1953).
Cargo: Ajudante de Paul Joseph Goebbels (1897-1945) no Ministerio da Propaganda.
Condenacao: Absolvido (1).

6. Nome: Walther Emanuel Funk (1890-1960).
Cargo: Ministro da Economia.
Condenacao: Prisao Perpetua (1).

7. Nome: Hermann Wilhelm Goering (1893-1946).
Cargo: Comandante da Luftwaffe (Forca Aerea Alema, literalmente "Arma Aerea), Presidente da Reichstag (Instituicao) termo alemao que significa "Dieta Imperial" e Ministro da Prussia.
Condenacao: Morte por enforcamento (4) (suicidou-se com Cianeto na noite anterior a sua execucao) (1).

8. Nome: Rudolf  Walter Richard Hess (1894-1987).
Cargo: Vice-Lider do Partido Nazi.
Condenacao: Prisao Perpetua (2).

9. Nome: Alfred Jodl (1890-1946).
Cargo: Chefe de operacoes do OKW (Alto Comando das Forcas Armadas).
Condenacao: Morte por enforcamento (5).

10. Nome: Ernst Kaltenbrunner (1903-1946).
Cargo: Chefe do RSHA (Escritorio Central de Seguranca do Reich) e membro de maior escalao da Schutzstafeel (Tropa de Proteccao) vivo.
Condenacao: Morte por enforcamento (6).

11. Nome: Wilhelm Bodewin Johann Gustav Keitel (1882-1946).
Cargo: Chefe do OKW (Alto Comando das Forcas Armadas).
Condenacao: Morte por enforcamento (7).

12. Nome: Gustav Krupp von Bohlen und Halbach (1870-1950).
Cargo: Industrial que usufruiu de trabalho escravo.
Condenacao: Acusacoes canceladas por saude debilitada (1).

13. Nome: Robert Ley (1890-1945).
Cargo: Chefe do Corpo Alemao de Trabalho.
Condenacao: Suicidou-se na prisao (2).

14. Nome: Konstantin Freiherr von Neurath (1873-1956).
Cargo: Ministro das Relacoes Exteriores, Protector da Boemia e Moravia.
Condenacao: 15 anos de prisao (1).

15. Nome: Franz Joseph Hermann Michael Maria von Papen (1879-1969).
Cargo: Ministro e Vice-Chanceler.
Condenacao: Absolvido (2).

16. Nome: Erich Johann Albert Raeder (1876-1960).
Cargo: Comandante-Chefe da Kriegsmarine (Marinha de Guerra).
Condenacao: Prisao Perpetua (3).

17. Nome: Ulrich Friedrich Wilhelm Joachim von Ribbentrop (1893-1946).
Cargo: Ministro das Relacoes Exteriores.
Condenacao: Morte por enforcamento (8).

18. Nome: Alfred Rosenberg (1893-1946).
Cargo: Ideologo do racismo e Ministro do Reich (Reino, Regiao) para os Territorios Ocupados do Leste.
Condenacao: Morte por enforcamento (9).

19. Nome: Ernst Friedrich Christoph Sauckel (1891-1946).
Cargo: Director do programa de trabalho escravo.
Condenacao: Morte por enforcamento (10).

20. Hjalmar Horace Greeley Schacht (1877-1970).
Cargo: Presidente do Reichsbank (Banco Central da Alemanha 1876-1948).
Condenacao: Absolvido (3).

21. Baldur Benedikt von Schirach (1907-1974).
Cargo: Lider da Juventude Hitleriana (1922-1945).
Condenacao: 20 anos de prisao (1).

22. Arthur Seyss-Inquart, nascido Arthur Zajtich (1892-1946).
Cargo: Lider da Anexacao da Austria (1938) e Gauleiter (Lider Provincial) dos Paixes Baixos.
Condenacao: Morte por enforcamento (11).

23. Berthold Konrad Hermann Albert Speer (1905-1981).
Cargo: Lider Nazi, Arquitecto do regime e Ministro dos Armamentos.
Condenacao: 20 anos de prisao (2).

24. Julius Streicher (1885-1946).
Cargo: Chefe do periodico Anti-Semita Der Sturmer (algo como "Tempestuoso") Der Sturmer era um jornal Semanario Nazista.
Condenacao: Morte por enforcamento (12).

Pode-se entao ver a titulo de curiosidade que o ultimo dos acusados e reus do Julgamento de Nuremberg a falecer foi Rudolf Walter Richard Hess falecido em 1987 e que era Vice-Lider do Partido Nazi um verdadeiro braco direito de Hitler. Todos os condenados a Prisao Perpetua nao cumpriram a pena por inteiro como foi o caso de Rudolf Hess, Erich Raeder, Walther Funk que foram libertados anos mais tarde devido a problemas de saude mesmo alguns dos que apanharam penas mais leves de 20, 15 anos nao as cumpriram por inteiro devido a problemas de saude.
 

Processos no caso Nuremberg:

. Caso I - Processo contra os medicos. - 9 de Dezembro de 1946 - 20 de Agosto de 1947.
. Caso II - Processo Milch, 2 de Janeiro - 17 de Abril de 1947.
. Caso III - Processo contra os Juristas, 17 de Fevereiro - 14 de Dezembro de 1947.
. Caso IV - Processo Pohl, 13 de Janeiro - 3 de Novembro de 1947.
. Caso V - Processo Flick, 18 de Abril - 22 de Dezembro de 1947.
. Caso VI - Processo IG Farben, 14 de Agosto de 1947 - 30 de Julho de 1948.
. Caso VII - Processo de generais no Sudeste da Europa, 15 de Julho de 1947 - 19 de Fevereiro de 1948.
. Caso VIII - Processo RuSHA, 1 de Julho de 1947 - 19 de Fevereiro de 1948.
. Caso IX - Processo Einsatzgruppen, 15 de Setembro de 1947 - 10 de Abril de 1948.
. Caso X - Processo Krupp, 8 de Dezembro de 1947 - 31 de Julho de 1948.
. Caso XI - Processo Wilhelmstraben, 4 de Novembro de 1947 - 14 de Abril de 1948.
. Caso XII - Processo contra o Alto Comando, 30 de Dezembro de 1947 - 29 de Outobro de 1948.

Tres cadafalsos foram instalados no Presidio de Nuremberg para a execucao dos condenados a morte, na manha de 16 de Outobro de 1946, de dez penas de morte contra representantes do Regime Nazista, por enforcamento, usando-se o chamado metodo de queda padrao, em vez de queda longa. Posteriormente, o Exercito dos EUA negou as acusacoes de que a queda do cadafalso dos enforcados fora curta demais, fazendo com que o condenado morresse lentamente, com sofrimento e dor ainda maior devido o estrangulamento, em vez de ter o pescoco partido (o que causa paralisia imediata, imobilizacao e ate provavel inconsciencia instantanea). Na execucao de Ribbentrop, o Historiador Gilles MacDonogh resgistra que:

"O Carrasco trabalhou mal na execucao, e a corda estrangulou o ex-Chanceler por 20 minutos antes que ele morresse".

Das 12 penas de morte, apenas 10 chegaram a ser executadas. Martin Bormann, o Assessor mais proximo de Hitler em seu primeiro quartel-general, estava desaparecido, sendo julgado a revelia e condenado a morte. Apesar de constar que o mesmo tenha morrido em 1945 (2 de Maio de 1945)so em 1998 exames de DNA efectuados com a colaboracao da familia de Bormann a analise confirmou que um corpo achado em escavacoes em 1973 era o de Martin Bormann e o mesmo foi oficialmente considerado como morto.

Hermann Goring suicidou-se na vespera do dia das execucoes. Quando os segurancas do presidio perceberam que ele mantinha-se estranhamente imovel deitado sobre seu banco, chamaram seus superiores e um Medico. Este apenas constatou a morte de Goring por envenenamento. Nunca foi esclarecido quem lhe entregou o veneno.


Caro(a) leitor(a) em genero de analise final e nao querendo estar a defender os reus do Julgamento de Nuremberg considero que e certo que os mesmos tinham cometido crimes ou colaborado nos mesmos e ate apoiando os mesmos. Crimes esses considerados contra a humanidade, contra aos direitos humanos, genocidios provocados no Holocausto, mortes em massa, etc. Foram julgados e condenados por crimes de guerra, crimes contra a humanidade mas sera que estes foram os unicos criminosos, terao sido estes apenas ou havera mais alguns? Talvez por muitos sobre o mesmo assunto pensarem o mesmo que eu e de forma semelhante o Julgamento de Nuremberg para muitos e apontado como a maior farsa da justica de todos os tempos. Que moral ou direito tem alguem para criticar algo quando fez o mesmo ou algo muito parecido.

Caro(a) leitor(a) infelizmente a justica e o mundo acabou por nao condenar todos os crimes de guerra da Segunda Guerra Mundial, crimes contra a humanidade e ate contra a natureza penso que foram tambem os bombardeamentos de Hiroshima em 6 de Agosto de 1945 e Nagasaki em 9 de Agosto do mesmo ano. E sabido que ainda hoje se sofre com as consequencias do mesmo acto mostruoso, com o aquilo que igualmente foi um crime de guerra e um genocidio no entanto nao me consta que o sucedido em Agosto de 1945 nas duas cidades japonesas alguma vez tenha sido condenado por algum tribunal mundial.

A guerra ja estava praticamente ganha nao havia razoes para cometer tais bombardeamentos mas uma grande potencia como os Estados Unido queria terminar mostrando autoridade, mostrando como se castigavam os traidores e inimigos ja derrotados no entanto ficaram criminalmente impunes e o planeta, o mundo sofreu um dos maiores desastres atomicos.

Caro(a) leitor(a) desculpem se as ultimas declaracoes sao demasiadamente duras nao quero estar a defender os acusados de Nuremberg e nem a atacar e acusar os Estados Unidos e as forcas aliadas mas quando se discute um assunto a melhor maneira e ver-se os dois lados da questao e aqui s diabos nao deixam de ser diabos mas os santos nao parecem ser tao santos como mostram, ate a proxima.

                                                                                                                  Manuel Goncalves

                                                                       




2 comentários:

  1. Muito bem. Diria apenas que há uma frase que se aplica aqui: A História é escrita pelos vencedores.
    Um abraço ao autor :)

    ResponderEliminar
  2. Talvez seja verdade mas prefiro outra frase que sempre me fez tentar ser um vencedor: Dos fracos nao reza a Historia.

    ResponderEliminar