terça-feira, 5 de abril de 2016

Nicolau Breyner (1940-2016) um Actor Que Nao Sabia Representar Mal



Alentejano de gema nunca notei porem o sotaque tipico dos alentejanos, aquele sotaque que se fala de forma lenta, seria de todo impossivel imaginar isso mas aquele Actor que representava de forma natural, tao natural como a realidade e que falava tudo de forma rapida, fria, descontraida e segura era de facto alentejano, mas era, alentejano de Serpa. Talvez isso nao se notasse tanto porque so ai passou a infancia.

Nicolau Breyner era para mim um dos melhores actores portugueses existem sete actores portugueses que estao entre os melhores  Joaquim Antonio Portugal Baptista de Almeida (1957) mais conhecido por Joaquim de Ameida (o meu Actor preferido entre os portugueses) e que agora e Luso-Americano, Ruy Alberto Rebelo Pires de Carvalho (1927) mais conhecido por Ruy de Carvalho, Vasco Antonio Rodrigues Santana (1898-1958) mais conhecido por Vasco Santana, Antonio Maria da Silva (1886-1971) mais conhecido por Antonio Silva, Camilo Venancio de Oliveira (1924) mais conhecido por Camilo de Oliveira, Raul Augusto de Almeida Solnado (1929-2009) mais conhecido como Raul Solnado e por fim embora estando nos melhores destes sete Joao Nicolau de Mello Breyner Moreira Lopes (1940-2016) mais conhecido somente por Nicolau Breyner, felizmente que muitas destas estrelas ainda estao entre nos dos sete sao ja quatro os que ja nao estao entre nos Nicolau Breyner pode ate nao ter sido o melhor Actor portugues e nao o foi de facto na minha opniao mas creio sem duvida que foi o mais completo, alem de sem duvida alguma ter sido o pai da ficcao em Portugal e o mentor das grandes telenovelas tendo ficado  conhecido como um verdadeiro homem dos sete oficios.

O Nicolau Breyner foi um Actor que me marcou pela naturalidade com que representava levando-o a dizer tudo o que fosse com o ar mais descontraido do mundo do genero daquela cena do filme Os Imortais em que o mesmo afirma que faz tudo a mao: "escrevo, toco guitarra, bato punh... tudo a mao". Era para mim um actor que vai deixar saudades e quando me lembro de um mostro sagrado do Cinema Internacional Marlon Brando Jr (1924-2004) quando pensava em alguem em Portugal para comparar com o mesmo a minha ideia era sempre, Nicolau Breyner. Sem duvida que o mesmo era um senao o Actor mais completo que tinhamos em Portugal nao so pelo seu talento, como pela sua diversidade de personagens num papel podia fazer de milionario e no seguinte fazer de mendigo mas a qualidade exemplar ficava em ambas, alias o proprio dizia que nao tinha tido uma personagem que fosse a sua preferida. Nicolau Breyner foi muita coisa no cinema e na televisao devido as personagens que representou na vida real foi muita coisa tambem, um homem de muitos amores, paixoes e mulheres, um boemio que nunca deixou de ser quem era Joao Nicolau de Mello Breyner Moreira Lopes.


Joao Nicolau de Mello BreynerMoreira Lopes (Serpa, 30 de Julho de 1940 - Lisboa, 14 de Marco de 2016) foi um Actor e Realizador portugues que ficou mais conhecido como Nicolau Breyner e era tambem popularmente tratado apenas por Nico.

Depois de passar a sua infancia nas suas raizes de origem em Serpa, no meio de uma familia de proprietarios agricolas, mudou-se para Lisboa com os pais. Mais tarde cantou e integrou o Coro da Juventude Musical Portuguesa, enquanto estudava no Liceu Camoes. Depois, terminados ai os estudos, ingressou na Faculdade de Direito, com a ambicao de se tornar Diplomata. Depressa desistiu do Curso de Direito, optando entao por se diplomar no Conservatorio Nacional, primeiro no Curso de Canto e finalmente depois no de Teatro.

A sua estreia como Actor da-se quando ainda frequentava o Conservatorio Nacional. Sob a direccao de Francisco Carlos Lopes Ribeiro (1911-1984), o Ribeirinho, entra na Peca Leonor Telles, do Dramaturgo portugues Marcelino Mesquita (1856-1919), produzida pelo Teatro Nacional Popular, quando esta companhia estava instalada no Teatro da Trindade, no Chiado em Lisboa. Seria no entanto pela interpretacao de papeis comicos, junto da Actriz Laura Alves Magno (1921-1986), que se tornaria conhecido do grande publico, revelando um talento que o tornou um dos mais bem sucedidos actores da sua geracao. Em 2005 regressou aos palcos do teatro para interpretar o monologo Esta Noite Choveu Prata, do ucraniano naturalizado brasileiro Pedro Bloch (1914-2004), produzido por Sergio da Silva Freire de Azevedo (1936-2006).

  

Apos o 25 de Abril de 1974 concebeu o seu primeiro programa televisivo, Nicolau no Pais das Maravilhas (1975). Este programa tinha uma rabula chamada Senhor Feliz e Senhor Contente, onde Nicolau lancaria um desconhecido jovem alemao aspirante a humorista mas que ate entao tinha dado mais nas vistas como Baixista do que como Actor,  Hermann Joseph von Krippahl (1954) mais conhecido como Herman Jose. Em principios da Decada de 1980 surge como Actor e, simultaneamente, Director de actores, Co-Produtor do guiao da primeira Telenovela portuguesa, Vila Faia (1982). Segue-se  a fundacao da NBP Producoes, hoje Plural Entertainment, a sua propria produtora de televisao, onde sera Administrador, Produtor e Realizador; actividades que faziam dele um verdadeiro precursor da industria de ficcao televisiva em Portugal.

Sem deixar a representacao, concebeu as Sitcoms Eu Show Nico (1980 e 1988) e Euronico (1990) em que desempenhava a representacao de varias personagens; e participou como Actor noutras tantas (Gente Fina e Outra Coisa (1982), Nico D'Obra (1993-1996), Reformado e Mal Pago (1996), Santos da Casa (2003), Aqui nao Ha Quem viva (2006-2008); alem de diversas series (O Espelho dos Acacios (1979), Verao Quente (1993), Conde d'Abranhos (2000), A Ferreirinha (2004), Joao Semana (2005), Pedro e Ines (2005), Quando os Lobos Uivam (2006), Equador (2008), Morangos com Acucar (6ª Serie Ferias de Verao 2008-2009); Barcelona, Cidade Neutral (2011), Familia Acoriana (2013) e telenovelas (Furia de Viver 2001-2002), Vinganca (2007), Flor do Mar (2008), Meu Amor (2009), Louco Amor (2012-2013), Jardins Proibidos (2014-2015), O Beijo do Escorpiao (2014).


Ao longo da sua longa e sempre brilhante carreira Nicolau Breyner somou quase 50 participacoes no cinema, em filmes de realizadores de diversas geracoes (para quem se estreou no cinema com o Filme Raca (1961) e despediu-se do cinema com Virados do Avesso (2014) isso era evidente trabalhar com varias geracoes afinal foi mais de cinco decadas no cinema exactamente 53 anos em que entrou em 49 filmes tudo isto sem contar com telenovelas, series de televisao e apresentacao de programas televisivos), como Augusto Fraga (1910-2000), Perdigao Queiroga (1916-1980), Henrique Xavier de Oliveira Campos (1909-1983), Jose Ernesto de Souza (1921-1988), Herlander de Seixas de Vasconcelos Peyroteo (1929-2002), Artur Francisco da Cunha Semedo (1925-2001), Luis Manuel Monteiro Galvao Teles (1945), Fernando Marques Lopes (1925-2012), Jose Paixao da Costa (1954), Antonio Pedro Saraiva de Barros e Vasconcelos (1939), Roberto Faenza (1943), Joaquim Leitao (1956), Leonel Vieira (1969), Mario Alberto Barroso Garcia da Silva (1947), Joao Botelho (1949) e Bille August (1948). Uma das suas participacoes mais recentes foi o Filme Comboio Nocturno para Lisboa (2013), adaptacao do livro homonimo do Escritor e Filosofo suico Peter Bieri (1944) mais conhecido como Pascal Mercier (1944), e que estreou em 2013. Pelas suas prestacoes na representacao no grande ecra recebeu tres Globos de Ouro para melhor Actor, com Os Imortais (2004), Kiss me (2005), O Milagre Segundo Salome (2005).

A 9 de Junho de 2005 foi feito Grande-Oficial da Ordem do Merito recebendo uma das maiores homenagens prestadas em portugal.

Nicolau Breyner morreu a 14 de Marco de 2016, aos 75 anos de idade, na sua casa de Lisboa, vitima de ataque cardiaco.


Discografia:

. Opera On The Rocks (LP, Decca, 1977).

Compilacoes:

. O Melhor dos Melhores n.º 100 (CD, Movieplay, 1998).

Televisao:

. As Aventuras de Pasquale (1966) RTP - Pasquale.
. Nicolau no Pais das Maravilhas (1975) RTP.
. O Espelho dos Acacios (1979) RTP.
. Eu Show Nico (1980) RTP - Varias personaagens.
. Gente Fina e Outra Coisa (1982) RTP - Horacio.
. Vila Faia (1982) RTP - Joao Godunha.
. Origens (1983) RTP - Luis.
. Palavras Cruzadas (1986) RTP - Joao.
. Eu Show Nico (1988) RTP - Varias personagens.
. Setimo Direito (1988) RTP - Lazameta.
. Os Homens da Seguranca (1989) RTP - Cajo.
. La em Cada Tudo Bem (1988) RTP - Anjo e Diabo.
. Passerelle (1988) RTP - Major Ilidio.
. Jogo de Cartas (1989) RTP - Apresentador do programa com Felipa Carnel (1964).
. O Posto (1990) RTP.
, O Cacilheiro do Amor (1990) RTP - Realizador da Serie.
. Euronico (1990) RTP - Varias personagens.
. Nem o Pai Morre nem a Gente Almoca  (1990) RTP - Pierino Lagostini.
. Cinzas (1992/1993) RTP - Securas.
. Verao Quente (1993) RTP - Luis Arruda.
. Nico D'Obra (1993/1994/1995) RTP - Nicolau Lopes (Nico).
. Festival RTP da Cancao (1994) RTP - Apresentador com Ana Paula Reis.
. Com Peso e Medida (1994) RTP - Apresentador.
. Falhas e Fifias (1995) RTP - Apresentador.
. Malta Gira (1995) RTP - Apresentador.
. Primeiro Amor (1995/1996) RTP - Victor Novais.
. Vidas de Sal (1996) RTP - Vasco Tavares.
. Reformado e Mal Pago (1996) RTP - Artur Reis.
. Policias (1997) RTP - Inspector.
. Terra Mae (1998) RTP - Condutor da carrinha.
. Uma Casa em Fanicos (1998) RTP - Nico.
. Premios RTC 98 (1999) RTP - Apresentador com Maria de Deus Rueff de Saro Negrao (1972).
. Conde d'abranhos (2000) RTP - Padre Augusto.
. Con(s)certos na Cave (2000) RTP.
. Cafe da Esquina (2001) RTP - Cliente do cafe.
. Furia de Viver (2001/2002) SIC - Victor Antunes.
. O Jogo (2002/2003) SIC - Antonio.
. Santos da Casa (2003) RTP - Afonso Santos.
. A Ferreirinha (2004) RTP - Forrester.
. Joao Semana (2005) RTP - Joao Semana.
. Pedro e Ines (2005) RTP - Rei.
. Quando os Lobos Uivam (2006) RTP - Labao.
. Triangulo Jota (2006) RTP - Director do Colegio.
. Aqui nao ha quem viva (2006/2008) SIC - Joao Costa.
. Vinganca (2007) SIC - Alberto Lacerda.
. Resistirei (2007) SIC - Octavio Graca Almeida.
. Floribella (2007) SIC - Padre.
. Casos da Vida (2008) TVI - Serie com uma historia por episodio, varios personagens.
. Equador (2008) TVI - Mario Maltez.
. Flor do Mar (2008) TVI - Alfredo Neto.
. Morangos com Acucar (2008/2009) TVI - 6ª serie Ferias de Verao - Alexandre Peixoto.
. Meu Amor (2009) TVI - Caetano Vargas Mota.
. Remedio Santo (2011) TVI - Alvaro Borges.
. Os Compadres (2011/2012) RTP - Nicolau (Nico).
. Nico a Noite (2011) RTP - Apresentador.
. A Casa e Minha (2013) TVI.
. Louco Amor (2012/2013) TVI - Carlos Correia.
. Familia Acoriana (2013) RTP1 - Jose do Canto.
. O Beijo do Escorpiao (2014) TVI - Henrique Albuquerque.
. Jardins Proibidos, versao de 2014 (2015) TVI - Manuel Maria Vasconcelos de Alcantara.
. A Impostora (2016) TVI - Edmundo Gaspar.


Cinema:

. Raca (1961), de Augusto Fraga.
. Dom Roberto (1962), de Jose Ernesto de Souza.
. O Milionario (1962), de Perdigao Queiroga.
. O Parque das Ilusoes (1963), de Perdigao Queiroga.
. O Exilir do Diabo (1964), de Thor L. Brooks.
. Pao, Amor e... Totobola (1964), de Henrique Campos.
. A Cancao da Saudade (1964), de Henrique Campos.
. The Secret of My Sucess (1965), de Andrew L. Stone.
. Operacao Dinamite (1967), de Pedro Martins.
. Sarilhos de Fraldas (1967), de Constantino Esteves.
. Um Campista em Apuros (1968), de Herlander Peyroteo.
. Bonanca & Cia (1969), de Pedro Martins.
. O Diabo era Outro (1969), de Constantino Esteves.
. O Destino Marca a Hora (1970), de Henrique Campos.
. Derrapagem (1974), de Constantino Esteves.
. Malteses, Burgueses e as vezes... (1974), de Artur Semedo.
. O Principio da Sabedoria (1975), de Antonio Macedo.
. Die Liebesbriefe einer portugiesischen Nonne (1977), de Jesus Franco.
. O Rei das Berlengas (1978), de Artur Semedo.
. A Vida e Bela ?! (1982), de Luis Galvao Teles.
. Cronica dos Bons Malandros (1984), de Fernando Lopes.
. O Barao de Altamira (1986), de Artur Semedo.
. Ladrao que rouba a Anao tem cem anos de Prisao (1992), de Jorge Paixao da Costa.
. Encontros Imperfeitos (1993), de Jorge Marecos Duarte.
. O Fio do Horizonte (1993), de Fernando Lopes.
. Adeus Princesa (1994), de Jorge Paixao da Costa.
. Sostiene Pereira (1996), Roberto Faenza.
. Jaime (1999), de Antonio-Pedro Vasconcelos.
. Inferno (1999), de Joaquim Leitao.
. Os Imortais (2003), de Antonio-Pedro Vasconcelos.
. O Outro Lado do Arco Iris (2004), de Goncalo Galvao Teles.
. O Milagre Segundo Salome (2004), de Mario Barroso.
. Kiss Me (2004), de Antonio da Cunha Teles.
. O Crime do Padre Amaro (2005), de Carlos Coelho da Silva.
. Antes de Amanha (2007), de Goncalo Galvao Teles.
. O Misterio da Estrada de Sintra (2007), de Jorge Paixao da Costa.
. Atras das Nuvens (2007), de Jorge Queiroga.
. Corrupcao (2007), de Joao Botelho.
. Call Girl (2007), de Antonio-Pedro Vasconcelos.
. O Ultimo Condenado a Morte (2008), de Francisco Manso.
. A Arte de Roubar (2008), de Leonel Vieira.
. Contracto, (2009), de Nicolau Breyner.
. A Bela e o Paparazzo (2009), de Antonio-Pedro Vasconcelos.
. Pais do Desejo (2011), de Paulo Caldas.
. A Teia de Gelo (2012), de Nicolau Breyner.
. Comboio Nocturno para Lisboa (2013), de Bille August.
. 7 Pecados Rurais (2013), de Nicolau Breyner.
. Os Gatos nao Tem Vertigens (2014), de Antonio-Pedro de Vasconcelos.
. Virados do Avesso (2014), de Edgar Pera.


Nicolau embora um Actor e Realizador com muito trabalho e certamente muito ocupado ainda teve tempo para se lancar noutros projectos num dos que ficou mais conhecido foi quando apostou numa carreira politica ainda que sem grande sucesso. Em 1995, acabou por perder as eleicoes para a Camara Municipal de Serpa, sua terra natal , era candidato pelo CDS-PP.

Foi tambem candidato a Assembleia Municipal da vila de Sintra pelo "SIM - Movimento Independentes por Sintra", em 2013, sob a sigla do Partido da Nova Democracia.

Era filho de Nicolau Moreira Lopes (1915-1965) e de sua esposa Augusta Pereira da Silva de Mello Breyner Pereira (1920-2003) e era tambem primo da conhecida Escritora e Poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004) sendo por isso tambem primo em segundo grau do Escritor, Jornalista, Advogado e Comentador Social Miguel Sousa Tavares (1950) filho de Sophia de Mello Breyner e de Francisco Jose Carneiro de Sousa Tavares (1920-1993).

Foi casado pela primeira vez com Mafalda Maria de Alpoim Vieira Barbosa (1947), de quem se divorciou pouco tempo depois e de quem foi primeiro marido, o casamento nao trouxe geracao.

Comecou ja nos anos 90 um namoro com a Actriz bem mais jovem que ele Sofia Sa da Bandeira (1963) em 1993, a diferenca de idades foi tema de muitas conversas na epoca na sociedade e na imprensa, estiveram casados durante cinco anos entre 1996 e 2001. Nicolau foi segundo marido de Sofia Sa da Bandeira, o casamento terminou com um divorcio e sem geracao.

Viveu com Claudia Fidalgo Ramos, filha do Encenador e Realizador Artur Ramos (1926-2006), mae das suas filhas Mariana Fidalgo Ramos de Mello Breyner Lopes e Constanca Fidalgo Ramos de Mello Breyner Lopes.

Foi casado, desde 24 de Junho de 2006, com Mafalda Gomes de Amorim Bessa, de quem foi terceiro marido, o casamento nao trouxe geracao.


Dados pessoais de Nicolau Breyner:

Nome: Joao Nicolau de Mello Breyner Moreira Lopes.
Nascimento: Serpa, Portugal, 30 de Julho de 1940.
Morte: Lisboa, Portugal, 14 de Marco de 2016 (75 anos).
Nacionalidade: Portugues.
Ocupacao: Actor, Realizador, Produtor, Apresentador.
Actividade: 1960-2016.
Premios: Globos de Ouro (Os Imortais 2004 (Melhor Actor); Kiss Me 2005 e em O Milagre Segundo Salome 2005 (Melhor Actor) ).

Varias foram as personagens marcantes representadas por Nicolau Breyner perante o publico e entre as quais o Actor nao tinha uma que fosse a sua preferida.

Tambem eu nao tenho uma personagem preferida de Nicolau Breyner e ate penso que nao o poderia ter ja que nao conheci todos os seus personagens. Gostei porem muito de o ver na telenovela Cinzas no papel do mendigo Securas. Gostei tambem do papel de Seguranca Cajo na Serie Televisiva, Os homens da Seguranca mas em series de televisao vem logo depois o Nicolau Lopes do Nico D'Obra. Por fim vem os papeis do cinema onde me marcou um em especial o Joaquim Malarranha um Policia da Judiciaria prestes a reformar-se no Filme os Imortais de Antonio-Pedro Vasconcelos.

Caro(a) Leitor(a) penso que Nicolau Breyner foi um exemplo para muitos de nos. E sempre bom vermos alguem que viveu uma vida e que nos deixou a sua presenca neste mundo bem marcada de forma positiva Nicolau foi um homem de amores e desamores e sobretudo de excessos mas foi sem duvida um Actor que fazia tudo bem e nao sabia representar bem. Penso que pode ate nao ter sido o melhor Actor portugues mas foi sem duvida o mais completo. Foi o primeiro a fazer teatro, cinema, telenovelas, series de televisao, apresentacao de programas tudo completo naquilo que um Actor pode fazer, alem de ter sido o pai e mentor da ficcao em Portugal. Ate sempre Nico, ate a proxima caro(a) leitor(a).

                                                                                                                  Manuel Goncalves












2 comentários:

  1. Muito bem, parece que agora fiquei a saber tudo sobre o Nicolau. Um homem complexo, como são todos os actores, porque vivem eles próprios muitas vidas. Interessante. Abraço ao autor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caroline, minha cara amiga Caroline e impossivel fazer-se a definicao de um Actor pelas personagens que representa. Umas vezes sao bons outras vezes sao viloes tudo depende da personagem mas o Nicolau era aquele Actor que conseguia ser tudo com 5 minutos de diferenca. Quanto a sua vida pessoal ele propio o confessava, tinha um homem que cometera excessos em demasia e que vivera amores e desamores, para um bom Actor cada personagem que representam e uma vida que vivem, Nicolau Breyner era assim mesmo um Actor que vivia a sua vida e a vida das personagens que representava e com isso perdemos agora com a sua morte um grande Actor.

      Eliminar