segunda-feira, 20 de junho de 2016

12 de Junho de 2016, o Massacre de Orlando



Era algo ja previsivel um novo massacre nos Estados Unidos da America e este tornou-se depois do 11 de Setembro de 2001 o pior massacre de todos os tempos nas terras do Tio Sam e desta vez o alvo foi ate bem escolhido um espaco de divertimento nocturno e tambem logo a responsabilidade do mesmo foi assumida pelo Grupo Terrorista do Estado Islamico do Levante.

Ate quando irao acontecer estes atentados so porque existem muculmanos e nao-muculmanos. Ate quando irao realizar-se estes atentados so porque nem todos sao iguais ou pensam de uma forma diferente. Vitimas civis e sobretudo criancas terao menos importancia do que a palavra do Ala e do Profeta Maome. Em que parte do Alcorao, qual a escritura do mesmo em que Ala incentiva mesmo o seu povo a matar o maximo numero de pessoas possiveis de cada vez em defesa do seu bom nome e honra? Questoes religiosas terao maior importancia do que uma vida humana, parece que para muitos e assim de facto e desde jovens sao ensinados, treinados a matar se preciso for pelo bom nome divino de Ala e pela palavra do Profeta Maome.

Desta vez sendo as vitimas do ataque clientes de um bar gay indica que os grandes moralistas do mundo escolheram entre os mais infieis entre os infieis para serem suas vitimas. Nao sou a favor da homosexualidade nem sou contra como heterosexual aceito os desejos e tendencias sexuais de cada um desde que nao me tentem aliciar e seduzir a seguir o mesmo caminho que eles como ja aconteceu sem qualquer tipo de exito, desde que nao me incomodem podem ser o que quiserem com o meu apoio. A questao que deixo e perguntar que moral tem estes sujeitos para julgar os outros cometendo atentados desta forma?

                                                   
O Massacre de Orlando foi um Atentado Terrorista Domestico que ocorreu em 12 de Junho de 2016, no Bar de Gays chamado "Pulse", na cidade de Orlando, no Estado da Florida, nos Estados Unidos da America onde pelo menos 50 pessoas perderam a vida e 53 ficaram gravemente feridas.

O Autor do atentado, Omar Mir Seddique Mateen (1986-2016) um Muculmano Estadunidense de origem afega, prometeu lealdade ao Grupo Terrorista Estado Islamico do Iraque e do Levante (EIIL) antes de cometer o ataque.

O incidente foi caracterizado por muitas fontes como "o mais mortifero tiroteio em massa na Historia dos Estados Unidos da America". O atentado tambem foi o mais grave contra as pessoas com tendencias sexuais opostas a heteroseuxualidade na Historia do pais e tambem o mais mortifero ataque contra civis estadunidenses desde os atentados de 11 de Setembro de 2001.

Dados do Massacre de Orlando:

Local: Orlando, Florida, Estados Unidos da America.
Data: 12 de Junho de 2016.
Tipo de Ataque: Assassinato em massa.
Arma(s): Metralhadora Semiautomaticas SIG Sauer MCX e Pistola Semiautomatica.
Mortes: Cerca de 50.
Feridos: Cerca de 53.
Alvo(s): Civis da Comunidade Gay Estadunidense.
Autor: Omar Mir Seddique Mateen (29 anos).
Motivos: Homofobia e Fundamentalismo Islamico.


Por volta das 02H:02Min (UTC-4 hora local) do dia 12 de Junho de 2016 alguns tiros foram ouvidos e um Oficial do Departamento da Policia de Orlando (OPD) que estava destacado na discoteca trocou tiros com o Atirador. Em sua pagina pessoal do Facebook as 02H:09Min (EDT) a Discoteca Pulse disse: "Saiam todos da Pulse e continuem correndo".

O Atirador estava armado com uma Metralhadora de Assalto, uma pistola semiautomatica e mais um "dispositivo" que os funcionarios do local de divertimento nocturno acreditavam que era mais uma ameaca. Depois de ja outros oficiais terem cercado o suspeito, o atirador entrou no bar e comecou a tomar as pessoas como suas refens.

Dezenas de socorristas, incluindo oficiais do OPD e agentes policiais do FBI (Agencia Federal de Investigacao), bem como paramedicos e bombeiros estiveram presentes na cena. Um negociador estava tambem presente na accao, visto que o Atirador estava fechado e encurralado dentro do bar com os refens que mantinha consigo no interior do mesmo.

O Terrorista a certa altura afirmou ter em seu poder um dispositivo explosivo. A Policia disse que um esquadrao antibombas tinha desencadeado uma explosao controlada.

Por volta das 05H:00Min (EDT), oficiais da SWAT (Policia especializada nos departamentos das grandes cidades) forcaram a entrada na discoteca e apos obterem o exito desejado trocaram tiros com o Terrorista. Na mesma altura trinta refens foram libertados, e um Oficial levou um tiro nao-letal na cabeca tendo depois sido hospitalizado. As 05H:53Min (EDT), o OPD confirmou que o Atirador havia sido morto. A Agencia de Noticias Reuters afirmou que era desconhecido o momento em que o Atirador havia matado as suas vitimas.

Muitas pessoas foram-se juntando e fazendo filas para doar sangue em centros de doacao de sangue apos as autoridades lancarem o apelo para as pessoas que pudessem contribuirem. O Centro da Comunidade de Gays, Lesbicas, Bissexuais e Transgeneros do Centro da Florida ofereceu aconselhamento e apoio aos sobreviventes.

 
Omar Mir Seddique Matten era um Cidadao Estadunidense nascido no Estado de Nova Iorque filho de pais afegaos e era Muculmano. Ele vivia a cerca de 160 Quilometros de Orlando. Omar frequentou a Martin County High School por pelo menos durante um ano e, supostamente, tambem tera frequentado a Indian River State College, entre 2006 e 2007. De acordo com o Departamento de Registos Legais da Florida, ele nao tinha antecedentes criminais no mesmo estado. Omar Matten vivia em Fort Pierce, no Estado da Florida, mas recebia sua correspondencia na casa dos seus pais na cidade vizinha de Port St. Lucie.

Matten trabalhava para a G4S, uma empresa de seguranca multinacional com Sede em Londres, na cidade de Jupiter, Florida, desde 2007. Omar Matten tinha licenca de porte de arma de fogo actualizada e uma licenca de Seguranca.

Omar tinha-se casado anteriormente com uma mulher natural do Uzbequistao em Abril de 2009, mas o casal se divorciou em Junho de 2011. Apos o ataque a discoteca a ex-Esposa de Matten disse em entrevista e declaracoes a meios de Comunicacao Social que durante o casamento, Matten era mentalmente instavel e que a agredia. Ele casou novamente e tinha um filho de tres anos de idade.

Matten tornou-se uma "pessoa de interesse" para o FBI em 2013 e 2014. O inquerito de 2013 foi aberto apos Matten fazer comentarios "difamatorios, ameacadores e caluniosos" aos colegas de trabalho e a investigacao foi aberta em 2014 apos Matten "estar ligado ao radical estadunidense Moner Mohammad Abu Salha que se tornou um Homem-Bomba na Siria. Matten foi interrogado tres vezes durante as investigacoes, que foram encerradas mais tarde apos nada justificar uma investigacao mais aprofundada.

O responsavel pelo massacre foi identificado como sendo Omar Saddiqui Mateen, de 29 anos. Segundo a rede CNN, a familia do Atirador seria do Afeganistao e o mesmo possuia treinamento para manusear armas. Omar era Muculmano mas permaneceu desconhecido se ele tinha, comprovadamente, ligacoes com grupos extremistas islamitas. Uma agencia de noticias chamada Amaq, ligada a movimentos jihadistas, afirmou que o Atirador tinha ligacoes com a organizacao terrorista conhecida como Estado Islamico do Iraque e do Levante (EIIL).

Um ex-Colega que trabalhou com Matten em um condominio fechado a Oest Port St., o descreveu como sendo "desequilibrado e instavel" e tambem disse que ele frequentemente tinha o habito de fazer comentarios homofobicos e racistas e falava sobre matar pessoas.

Em entrevista a Emissora NBC News, o pai de Omar informou que seu filho estava expressando odio aos gays. Segundo o pai do Terrorista, Omar em tempos havia visto dois homens se beijando na cidade de Miami ha alguns meses antes e ficou muito irritado, expressando uma forte indignacao que seus filhos vissem aquela cena. A imprensa o pai de Omar disse:

"A questao religiosa nao tem nada a ver com isso. Ele viu dois homens se beijando em Miami ha alguns meses e ficou muito irritado. Estamos chocados como o resto dos EUA. Nao queremos pedir desculpas por este incidente. Nos nao imaginamos que ele faria isso. Estamos chocados muito chocados".


A Casa Branca divulgou de imediato um comunicado onde enviava as condolencias as vitimas. O Presidente Barack Hussein Obama II (1961) ordenou que o Governo Federal desse toda a assistencia necessaria para "prosseguir a investigacao e apoiar a comunidade. O presidente Obama tambem chamou o ataque de um "acto de terror" e de "odio". Em uma leitura breve de um breve comunicado na Casa Branca, Barack Obama disse: "Sabemos o suficiente para dizer que isso foi um acto de terrorismo e de odio"..."nao pode mudar o que somos". O Presidente aproveitou o discurso para reforcar a necessidade de debate sobre a Lei do Porte de armas nos EUA, incentivando os estadunidenses a pensarem se esse e o pais onde querem estar. "O massacre nos lembra como e facil por as maos numa arma que permite a eles atirar em pessoas em escolas, cinemas e clubes nocturnos. E nos temos que decidir se este e o tipo de pais em que queremos estar. E nao fazer nada e tambem uma decisao".

O Governador do Estado da Florida, Richard Lynn "Rick" Scott (1952), enviou uma declaracao de apoio a todos os afectados e reforcou que o Centro de Operacoes de Emergencia do Estado estava a acompanhar o incidente. O Presidente de Orlando John Hugh "Buddy" Dyer (1958), declarou Estado de Emergencia.


Enquanto os politicos Norte-Americanos de ambos os partidos consistentemente compartilharam "Luto e Oracao", os democratas em geral se referem ao ataque como um tiroteio em massa, enquanto os republicanos evitam esta frase; membros de ambos os partidos se referem ao evento como um ataque terrorista, mas muitos democratas acrescentam que tambem foi um "acto de odio". Muitos democratas especificamente mencionaram que o ataque teve como alvo a Comunidade Gay, sendo que o proprio Presidente Obama afirmou que a Discoteca Pulse e "mais do que uma casa nocturna - e um lugar de solidariedade e de capacitacao, onde as pessoas se reunem para aumentar a conscientizacao, para abrir suas mentes e para defender de seus direitos civis". Republicanos geralmente evitaram mencionar a Comunidade Gay, embora alguns, incluindo mesmo o Candidato Presidencial do Partido Republicano Donald John Trump (1946) e o Senador Marco Antonio Rubio (1971), do Estado da Florida, tenham mencionado a Comunidade Gay especificamente em particular.

Em seu discurso apos o ataque, a Candidata Presidencial Democrata Hillary Diane Rodham Clinton (1947) prometeu lutar contra os "jihadistas e radicais" e pediu uniao. Hillary Clinton tambem pediu leis mais rigidas para se obter a Licenca de Porte de armas de fogo. Alem disso, a Candidata Presidencial condenou "a retorica inflamatoria Anti-Muculmana" e enfatizou a importancia das relacoes entre as agencias comunitarias muculmanas e de aplicacao da lei dos Estados Unidos. Hillary exortou a Arabia Saudita, Qatar, Kuwait e ainda outros paises a parar de financiar instituicoes islamicas radicais e para que impecam que seus cidadaos financiem grupos extremistas.


O facebook activou os seus recursos de "verificacao de seguranca" apos o ataque, permitindo assim que os usuarios se marquem a si mesmos como estando "seguros" para notificar a familia e os amigos.

Nos meios de Comunicacao Social e nas ruas muitas pessoas nao deixaram de expressar seu choque com os acontecimentos e estenderam suas condolencias aos afectados pela tragedia, como foi o caso dos candidatos presidenciais, membros do Congresso e outras figuras politicas Norte-Americanas, varias celebridades, alem de lideres de paises e organizacoes como Africa do Sul, Canada, China, India, Israel, Uniao Europeia, Russia e Vaticano.

Em nota o Governo Brasileiro informou ter recebido com uma profunda consternacao e indignacao a noticia do ataque a casa nocturna: "Ao transmitir sua solidariedade as familias das vitimas, ao povo e ao Governo Norte-Americanos, o Governo Brasileiro reafirma seu mais firme repudio a todo e qualquer acto de terrorismo. Nenhuma motivacao, nenhum argumento justifica o recurso a semelhante barbarie assassina".

As autoridades brasileiras tambem disseram que o Consulado-Geral do Brasil em Miami estava em estreito contacto com as autoridades locais e com a Comunidade Brasileira em Orlando, sem ter registado a presenca de brasileiros entre as pessoas vitimadas pelo ataque.

Falar do atentado sem falar das vitimas divulgando seus nomes creio que seria deixar o trabalho completamente incompleto e quem me conhece sabe que comigo isso seria dificil de acontecer. O que torna as cronicas por vezes extensas e longas e justamente o meu gosto em num assunto, num tema ou seja numa cronica expor o maximo de informacao possivel.


Lista de vitimas mortais do Atentado de Orlando (tendencia a poder aumentar visto algumas vitimas do atentado estarem a lutar pela vida):

1. Stanley Almodovar III, (23 anos de idade).
2. Amanda Alvear, (25 anos de idade).
3. Oscar A Aracena-Montero, (26 anos de idade).
4. Darryl Roman Burt II, (29 anos de idade).
5. Angel L. Candelario-Padro, (28 anos de idade).
6. Juan Cheves-Martinez, (25 anos de idade).
7. Luis Daniel Conde, (39 anos de idade).
8. Cory James Connell, (21 anos de idade).
9. Tevin Eugene Crosby, (25 anos de idade).
10. Deonka Deidra Drayton, (32 anos de idade).
11. Simon Adrian Carrillo Fernandez, (31 anos de idade).
12. Leroy Valentin Fernandez, (25 anos de idade).
13. Mercedez Marisol Flores, (26 anos de idade).
14. Peter O. Gonzalez-Cruz, (22 anos de idade).
15. Juan Ramon Guerrero, (22 anos de idade).
16. Paul Terrell Henry, (41 anos de idade).
17. Frank Hernandez, (27 anos de idade).
18. Miguel Angel Honorato, (30 anos de idade).
19. Javier Jorge-Reyes, (40 anos de idade).
20. Jason Benjamin Josaphat, (19 anos de idade).
21. Eddie Jamoldroy Justice, (30 anos de idade).
22. Anthony Luis Laureanodisla, (25 anos de idade).
23. Christopher Andrew Leinonen, (32 anos de idade).
24. Alejandro Barrios Martinez, (21 anos de idade).
25. Brenda Lee Marquez McCool, (49 anos de idade).
26. Gilberto Ramon Silva Menendez, (25 anos de idade).
27. Kimberly Morris, (37 anos de idade).
28. Akyra Monet Murray, (18 anos de idade).
29. Luis Omar Ocasio-Capo, (20 anos de idade).
30. Geraldo A. Ortiz-Jimenez, (25 anos de idade).
31. Eric Ivan Ortiz-Rivera, (36 anos de idade).
32. Joel Rayon Paniagua, (32 anos de idade).
33. Jean Carlos Mendez Perez, (35 anos de idade).
34. Enrique L. Rios Jr, (25 anos de idade).
35. Jean C. Nives Rodriguz, (27 anos de idade).
36. Xavier Emmanuel Serrano Rosado, (35 anos de idade).
37. Christopher Joseph Sanfeliz, (24 anos de idade).
38. Yilmary Rodriguez Solivan, (24 anos de idade).
39. Edward Sotomayor Jr, (34 anos de idade).
40. Shane Evan Tomlinson, (33 anos de idade).
41. Martin Benitez Torres, (33 anos de idade).
42. Jonathan Antonio Camuy Vega, (24 anos de idade).
43. Juan P. Rivera Velazquez, (50 anos de idade).
44. Luis S. Vielma, (22 anos de idade).
45. Franky Jimmy Dejesus Velazquez, (50 anos de idade).
46. Luis Daniel Wilson-Leon, (37 anos de idade).
47. Jerald Arthur Wright, (31 anos de idade).
48. Rodolfo Ayala-Ayala, (33 anos de idade).
49. Antonio Davon Brown, (29 anos de idade).

A idade das vitimas e muito diversa mas comeca nos 18 anos (creio que nao poderia ser de outra forma penso que nos Estados Unidos a maior idade e aos 18 anos e nao creio que fosse permitido a menores estarem num local de diversao nocturna, ainda para mais de gays e lesbicas) e vai ate aos 50 anos de idade. Achei igualmente curioso que pelos nomes e sobrenomes da a entender que uma parte, talvez ate a maioria das vitimas eram de uma origem nao americana.

                                                                                                           Manuel Goncalves





Sem comentários:

Enviar um comentário