Mostrar mensagens com a etiqueta Cinema. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Cinema. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 5 de abril de 2016

Nicolau Breyner (1940-2016) um Actor Que Nao Sabia Representar Mal



Alentejano de gema nunca notei porem o sotaque tipico dos alentejanos, aquele sotaque que se fala de forma lenta, seria de todo impossivel imaginar isso mas aquele Actor que representava de forma natural, tao natural como a realidade e que falava tudo de forma rapida, fria, descontraida e segura era de facto alentejano, mas era, alentejano de Serpa. Talvez isso nao se notasse tanto porque so ai passou a infancia.

Nicolau Breyner era para mim um dos melhores actores portugueses existem sete actores portugueses que estao entre os melhores  Joaquim Antonio Portugal Baptista de Almeida (1957) mais conhecido por Joaquim de Ameida (o meu Actor preferido entre os portugueses) e que agora e Luso-Americano, Ruy Alberto Rebelo Pires de Carvalho (1927) mais conhecido por Ruy de Carvalho, Vasco Antonio Rodrigues Santana (1898-1958) mais conhecido por Vasco Santana, Antonio Maria da Silva (1886-1971) mais conhecido por Antonio Silva, Camilo Venancio de Oliveira (1924) mais conhecido por Camilo de Oliveira, Raul Augusto de Almeida Solnado (1929-2009) mais conhecido como Raul Solnado e por fim embora estando nos melhores destes sete Joao Nicolau de Mello Breyner Moreira Lopes (1940-2016) mais conhecido somente por Nicolau Breyner, felizmente que muitas destas estrelas ainda estao entre nos dos sete sao ja quatro os que ja nao estao entre nos Nicolau Breyner pode ate nao ter sido o melhor Actor portugues e nao o foi de facto na minha opniao mas creio sem duvida que foi o mais completo, alem de sem duvida alguma ter sido o pai da ficcao em Portugal e o mentor das grandes telenovelas tendo ficado  conhecido como um verdadeiro homem dos sete oficios.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

O Bucha e Estica (Laurel & Hardy)

 

Nao sou nem de perto nem de longe da altura em que no cinema esta dupla que muitos consideram como unica e que viveu o seu momento de ouro ainda no formato tanto a Preto e Branco assim como ainda no Cinema Mudo. Acredito mesmo que se estas e outras estrelas do cinema viessem hoje de novo a vida nao acreditariam ao ver as inovacoes que o cinema tivera em quase 100 anos, os dois actuaram pela primeira vez em 1917 portanto como disse a quase 100 anos.

Nao sou grande conhecedor das suas obras na arte de representar na setima arte mas lembro-me vagamente de aos sabados e domingos quando so existiam dois canais em Portugal um dedicar as tardes sempre ao cinema e creio que era miudo na altura e a minha mae e padrasto chegaram a ver alguns filmes dos mesmos aos quais eu nao liguei grande importancia na altura sobretudo pelo facto de ja serem sonorizados mas continuarem a ser a Preto e Branco.

domingo, 12 de abril de 2015

Manoel de Oliveira (1908-2015), Um Realizador Quase Imortal

 

Quando alguem vive mais de 100 e continua no activo a trabalhar e a produzir bons ou maus filmes (isso depende da opniao de cada um, sendo um tema mesmo de opniao publica) a partida nao deixa de ser um caso insolito e raro mas com Manoel de Oliveira foi uma realidade.

Manoel de Oliveira e um daqueles mestres do cinema e das personalidades publicas em Portugal que merecem um dia um lugar na Igreja do Panteao Nacional por tudo o que fez nao so pelo Cinema Portugues mas tambem e bastante pela cultura portuguesa. Espero que o Estado portugues nao se esqueca desse facto e em vez de apoiar os de fora faca uma justa e digna homenagem a quem tudo fez, tudo deu pelo o que era portugues. O Realizador viveu toda a mudanca do cinema desde o Cinema Mudo para o Cinema Sonorizado e do Cinema a Preto e Branco para o Cinema a Cores mas creio que foi um genio da setima arte que nunca deixou-se perder pelas modernices sabendo sempre acompanhar as mudancas do cinema. A sua morte e de facto uma grande perda nao so para o cinema, para a cultura mas de facto tambem para Portugal.

quarta-feira, 11 de março de 2015

Festroia, "Nao o Deixem Acabar"

 

Decidi escrever esta cronica por ser um amante de cinema de longa data. Porem podem perguntar-se porque ainda nao escreveu ele sobre os Oscares, a biografia de um actor, um filme, etc? A resposta e simples porque tem vindo sempre algo que vai tirando o lugar a isso, a politica, assuntos sociais mais prioritarios alem das minhas cronicas preferidas sobre Historia vao-se tornando prioritarias.

Escrevo agora esta porque tendo sido criado embora nao nascido no Distrito de Setubal e por tudo  que envolve a cidade sadina me chamar a atencao, desta vez e com tristeza que escrevo sobre o possivel fim do mesmo festival. Ainda nada e certo mas a realizacao do festival de 2015 essa ja esta cancelada, tudo por falta de verbas. Sei que com esta cronica pouco ou nada posso fazer alem de chamar a atencao um pouco do publico para um assunto que muitos ja conhecem mas penso que a intencao vale por si. Tratando-se o cinema desta forma em Portugal e que certamente nunca teremos um filme portugues a conquistar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em  Hollwood.