Mostrar mensagens com a etiqueta Revolucoes. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Revolucoes. Mostrar todas as mensagens

sábado, 16 de dezembro de 2017

14 de Julho de 1789, Tomada da Bastilha



Esta cronica serve para abrir o apetite ao que podera vir a ser o ano de 2018 aqui no blog. Comeco ja por avisar em primeira mao de que estou com vontade de no proximo ano abordar muitos temas relacionados com a Historia Universal, quem me conhece sabe que a minha paixao e area de grande aptidao e a Historia.

Dizia o meu Professor de Historia certa vez numa aula que dez anos era uma decada e que uma decada na vida do ser humano podia ser deveras importante mas uma decada na Historia de um pais, na historia de uma nacao ou imperio com aproximadamente um milenio ou ja com o mesmo completo, uma decada podia nao ter grande valor, nao significar nada ou significar muito pouco e pessoalmente nunca deixei de dar razao a esse meu Professor no entanto a Tomada da Bastilha em 14 de Julho de 1789 e um dos momentos mais importantes da Historia Francesa e um momento igualmente da Historia Universal sobretudo na Europa. Penso ainda mais do que me disse o meu Professor de Historia, uma decada pode nao significar nada para um pais pode nao ter grande importancia mas um so dia pode ser mais importante do que uma decada inteira.

sábado, 2 de abril de 2016

O Massacre da Praca de Tian'anmen (Praca da Paz Celestial)


 
A primeira vez que ouvi falar na palavra massacre foi em 1989 e ainda nao tinha completado 12 anos a palavra ficou-me marcada nao pelo impacto da mesma ou porque a mesma tivesse o tom de violencia ou frieza mas simplesmente pelas imagens daquilo que me mostravam e explicavam o que era um massacre.

Corria o Verao de 1989 e estava-se no mes de Junho ja mas a situacao mantinha-se desde Abril foram assim quase dois meses de protestos que terminaram da pior maneira, da maneira que todo o mundo pode ver e mais uma vez via-se o que era um regime de ditadura comunista e os objectivos de quem protestava eram no minimo aceites em qualquer do mundo, do mundo moderno sem que fosse necessario fazerem-se ouvir em protestos que ficaram marcados por uma forte onda de violencia. Os protestantes reclamavam por uma maior igualdade social, liberdade de imprensa, liberdade de expressao, democracia e combate a corrupcao politica.

sábado, 2 de maio de 2015

Revolucao Egipcia de 2011

 

Com esta cronica procuro redimir-me um pouco para com um amigo egipcio com quem acabei por ter ainda uma troca de impressoes ao ele comentar no messenger do facebook de forma negativa um conto breve meu, A Muculmana, editado o ano passado no dia 13 de Dezembro.

Para Ramisis um Guia Turistico de Luxor que faz visitas guiadas a grupos de turistas portugueses e espanhois dai a razao de nos conseguirmos entender ao escrever em portugues ao contrario do que esta descrito no conto nao houve qualquer Golpe de Estado no Egipto que levou a queda do Presidente Mubarak mas sim revolucao pura, o Egipto na opniao de Ramisis nao tem Guerra Civil mas sim uma luta contra ao terrorismo. Ramisis aconselhou-me a ir ao Egipto para ver a realidade pelo menos Ramisis diz que onde ele vive as coisas sao assim.

sábado, 28 de março de 2015

O Regicidio de 1 de Fevereiro de 1908



Mal esta um Governo ou Estado em que o Chefe maximo sofre um atentado e a propria vida. Nao se pode dizer que Portugal estivesse mal quando em terras lusitanas aconteceu semelhante situacao mas a verdade e que na altura o Rei comecava a nao ser desejado os republicanos estavam em forca e acabaram por conseguir os seus objectivos.

Nao se pode dizer se foi uma boa ou ma escolha a queda da monarquia a verdade e que em muitos paises aconteceu o mesmo e existe ainda aqueles em que o Rei ou Rainha nao passam de meras figuras mais sociais que politicas. Em Portugal mesmo no Estado Republicano poderiamos estar bem melhor do que estamos a questao passa entao por se passar a eleger melhores governantes mas e tudo uma questao de sorte. O regicidio de 1 de Fevereiro de 1908 foi o primeiro passo para a queda da monarquia dois anos mais tarde em 5 de Outobro de 1910 mas considero que nao foi o maior erro de Portugal.