segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Portugal Ardendo em Chamas



Nem sempre e assim mas as vezes e nos piores momentos em que encontra a uniao e sobretudo a solidariedade dos outros, na epoca de Verao, nos meses de calor e quando os incendios devastam terrenos e terrenos muitas vezes de areas de reserva natural e ecologica se existe alguem que marca sempre com a sua presenca sao os soldados da paz, os nossos bombeiros, para eles desde ja dedico esta cronica e presto um grande agradecimento por tudo o que fazem, bem aja os bombeiros do nosso Portugal sem eles a situacao dos fogos e incendios seria ainda pior.

Afinal o que provoca os incendios? Longe vai o tempo em que se acreditava que os mesmos tivessem unicamente origem no calor, num pequeno descuido de alguem que num passeio pela serra ou mata deixava cair uma beata de cigarro, uma garrafa que se partia deixando vidros no chao e com os raios de sol batendo nos mesmos comecava um fogo. Hoje e certo e sabido que poucos sao os incendios que tem uma origem assim semelhante.

Ate quando o Governo vai manter a mesma situacao de todos os anos repetidamente o pais se tornar num inferno em chamas. Nao haverao presos nas cadeias em demasia para os mandarem limpar as matas e floresta ou ate mesmo aplicar essa sentenca a criminosos de pequenos delitos. Nao havera tropas nos quarteis a mais sem fazer nada durante o periodo de recruta que pudessem fazer essa tarefa e por fim os proprios bombeiros que no Verao tem tanto trabalho na luta contra os incendios nao poderiam fazer a limpeza das matas e florestas durante o Inverno e Outono. Isso sem duvida ia ajudar em muito embora nao evitar os incendios de mao criminosa.


Jaime Marta Soares, Presidente da Liga de Bombeiros lembrou que 98% dos incendios tem mao humana e que desses 98% serao de origem criminosa 75%. Marta Soares igualmente afirmou considerar que ha uma "onda terrorista devidamente organizada" que provoca incendios florestais.

O mesmo Marta Soares depois de uma audiencia com o Presidente da Republica Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa (1948) nao classificou de incompetencia politica o tempo em que foi feito pelo Governo o pedido de ajuda dos meios aereos, mas admitiu ter sido um "erro estrategico".

As vezes eu como tantos outros perguntamos, como e possivel anualmente haver tantos incendios e no ano seguinte ainda restar algo para arder? So pode mesmo haver mao criminosa, para muitos os incendios podem-lhes trazer muito lucro e quem os provoca a mando de alguem certamente tambem nao os fazem de forma gratuita.

Leio a noticia e fico admirado logo de inico com o titulo da mesma. Portugal tem mais de metade da area ardida na Europa. Mais de metade, como e possivel num pais tao pequeno!

Os tecnicos de Proteccao Civil defendem que o problema resulta de "anos e anos de medidas estrategicas mal tomadas".

Mais de metade da Area consumida pelas chamas este ano (2016), na Europa, ardeu em territorio portugues sao quase 117 mil hectares, um valor quatro vezes maior que a media do que ardeu de 2008 a 2015, segundo os tecnicos de Proteccao Civil.

A Associacao Portuguesa de Tecnicos de Seguranca e Proteccao Civil (ASPROCIVIL) analisou os dados disponibilizados pelo Sistema Europeu de Informacao de Fogos Florestais (EFFIS, na sigla em ingles) e concluiu que, "em Portugal, ja arderam cerca de 53.4% da Area total ardida na Uniao Europeia (UE)".

A informacao disponibilizada pelo EFFIS referia que, a Area ardida na Europa foi de 218.651 hectares e que em Portugal ja atingia 116.833 hectares, com o pico a acontecer na semana entre 5 e 12 de Agosto, quando o numero de incendios disparou e foi ultrapassada a media registada nos ultimos oito anos.

Registaram-se incendios de grandes dimensoes, principalmente no Norte e Centro do pais, como nos distritos de Aveiro e Viseu, e na Madeira, e alem da Area florestal ardida, o fogo destruiu casas e provocou a morte de tres pessoas.

A Area ardida esta "muito acima da media dos ultimos oito anos, por a mesma data, o numero e quatro vezes maior do que a media da Area ardida entre 2008 e 2015, que ronda os 25 mil hectares", refere a associacao.

Os dados do EFFIS, alerta, sao por defeito, com base em estimativas que posteriormente sao confirmadas pelas autoridades nacionais.

Os tecnicos de Proteccao Civil defendem que "este problema, estes numeros e estas consequencias, nao sao da responsabilidade deste Governo, nem deste dispositivo operacional, antes, de anos e anos de medidas estrategicas mal tomadas, e decisoes politicas de ordenamento florestal erradas, omissas e insuficientes ", alem de so se falar de incendios nos meses criticos e "exclusivamente sobre a resposta operacional".

Defendem um aumento da capacidade de reflorestacao, criacao de equipas de prevencao de incendios florestais, no mes de Janeiro de cada ano, aposta numa fiscalizacao do cumprimento da lei, que deve ser aplicada, se assim for necessario, de uma forma coerciva, e uma rede nacional de pontos de agua, que devem igualmente ser fiscalizados e ter a sua manutencao.

A criacao de um grupo de trabalho nacional, intersetorial e pluridisciplinar, para apresentar ate 31 de Dezembro, um plano operacional de prevencao de incendios e a definicao de uma estrategia para um ordenamento florestal, com mecanismos de prevencao e contencao de incendios, como aceiros, especies mais resistentes ou reducao do combustivel, tambem fazem partes das propostas da associacao.

Os tecnicos de Proteccao Civil defendem que seja feita e dada a informacao a populacao e a criacao de incentivos a fixacao das pessoas no interior.

Segundo o EFFIS, Portugal continua a apresentar as percentagens mais elevadas de areas ardidas em paises mediterranicos, e, por exemplo, Espanha esta mesmo abaixo da media dos anos anteriores, com uma Area ardida de 24 mil hectares, cerca de 14% do total da UE.


A Autoridade Nacional de Proteccao Civil para evitar os incendios florestais recomenda:

Nos espacos florestais e terrenos agricolas, de 1 de Julho a 30 de Setembro:

. E proibido fazer queimas e queimadas.
. E proibido lancar baloes com mecha acesa e foguetes.
. Para usar Fogo-de-Artificio tera que obter autorizacao da Camara Municipal.

Em caso de ir passear para a floresta, lembre-se :

. Nao e permitido fumar ou fazer lume de qualquer tipo.
. Nao deite lixo para o chao: plasticos, papeis ou vidros.

Se morar junto a floresta ou no campo:

. Limpe o mato a volta da sua casa num raio de 50 metros.
. Guarde os produtos inflamaveis em local seguro.

Alerte as autoridades para a presenca de pessoas com comportamentos suspeitos e se detectar o inicio de um incendio florestal, ligue imediatamente o numero 112.

Por mais meios que se usem e coloquem em campo nunca deixa de ser o maior pesadelo do Verao. Enquantos uns saboreiam a praia, as ondas, bronzeiam a pele ao sol sao os bombeiros que tem uma tarefa diferente e por vezes sao os mesmos os mais esquecidos e ignorados.

Creio que os incendios acabam por ser um negocio rentavel e trazer lucro a algumas pessoas, incluindo talvez ate membros do proprio governo e seja como for so posso considerar mal investidos milhoes que se gastaram em submarinos comprados a Alemanha por milhoes e que por sinal ate eram para ir para a sucata e nao se investir em meios aereos de combate a incendios. Quantos fogos se poderiam apagar com o dinheiro gasto nos submarinos cujo a utilidade praticamente todos desconhecem.

E um negocio lucrativo para os construtores muitas vezes os incendios destroem areas e terrenos de reserva ecologica e natural onde ate entao era proibido construir-se habitacoes e com um incendios algumas coisas se alteram no tipo de terreno que perde o estatuto que tinha. Para quem esta no negocio da madeira e cortica os incendios por vezes sao de alto lucro ja que compram mais barato e vendem mais caro.

Creio que todos ja sabem que os incendios sao na maioria fogos postos e que quem vai ao terreno incendia-los e pago para isso sendo que dessa forma muitas vezes acaba alguem por ficar impune.

A ajuda externa da Russia este ano ao enviar avioes para o combate aos incendios sem duvida foi um gesto louvavel e uma atitude para se aplaudir de pe mas ate quando teremos essa sorte de ter assim uma ajuda desse tipo.

Ate quando todos os anos se vai repetir e suceder o mesmo cenario de ver o pais a arder. Lembro-me que das poucas vezes que colegas meus de trabalho aqui em Inglaterra me falaram das noticias em Portugal foi uma altura em que o assunto dos fogos e incendios em Portugal merecia destaque especial da BBC.

Caro(a) Leitor(a) esta e uma daquelas cronicas cujo o assunto ficaria mais feliz em nao ter que escrever, ficaria mais feliz se nao houvessem incendios e mais uma vez antes de me despedir quero deixar um abraco de agradecimento a todos os bombeiros de Portugal, quero prestar os sentimentos para as familias de todos os bombeiros falecidos no combate aos incendios, ate a proxima.

                                                                                                              Manuel Goncalves

Sem comentários:

Enviar um comentário