quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

A Escrava do Sexo



Ao contrario de outras que ali estavam ela nao falava, nao falava nao porque fosse muda ou timida mas porque nao falava portugues. Siriporn era tailandesa e era uma das atraccoes daquela casa de massagens que escondia como tantas outras uma Casa de Alterne ou de sexo.

Tinha sido iludida a deixar a sua aldeia perto da cidade de Krabi na costa do Oeste tailandes com esperancas e promessas de uma vida melhor, digna e honesta ao vir trabalhar para a Europa. Siriporn sentiu-se feliz com a oferta e embora nunca tivesse ouvido falar de Portugal nem pensou em recusar a oferta. O dinheiro falava mais alto que qualquer medo qualquer receio iria ganhar mais Baths numa semana que o seu pai em tres meses nas plantacoes de arroz e de chas. Iria ser util a familia ninguem teria que lhe arranjar um noivo e pagar o seu dote e ainda iria ajudar os pais a mae estava doente o pai estava velho e os irmaos tinham a sua vida estavam separados desde que eles tinham ido para a cidade grande a procura de uma vida melhor. Sentia tambem que nao havia perigo porque nao iria sozinha.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Um Encontro Secreto e Inesperado Mas Desejado em Havana

                                                      

Nos tempos que correm e com a ameaca vinda do mundo islamico trazida muitas vezes por fieis da Igreja Muculmana e importante mais do que nunca a uniao das igrejas cristas tanto a Igreja Catolica Apostolica Romana como nas Igreja Ortodoxa Russa, o encontro e sem duvida uma forma de cimentar uma alianca religiosa e de tambem fortalecer uma uniao, agora cada vez mais e urgente faze-lo quando se ve o continente europeu a ser invadido, nitidamente invadido por grupos e movimentos islamicos alem de pela propria Igreja Muculmana dando a parecer que voltamos ao tempo das cruzadas mas que desta vez passamos de conquistadores a conquistados. Algo que me faz lembrar bem uma celebre expressao portuguesa sem querer ofender ninguem e quando as coisas vao de mal a pior la se diz "passar de cavalo a burro".

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

O Caso do Padre Frederico o Crime, a Fuga e Nova Vida



Estou de volta e cotinuo a escrever sobre temas polemicos relacionados com justica e crimes este ano ja la vao 4 cronicas a envolver os mesmos assuntos ainda que de uma forma variada. volCuriosamente tambem esta cronica tal como a primeira acaba por envolver o Brasil.

Primeiro foi O roubo da Taca Julius Rimet em 1983 no Brasil (16/01/2016), depois foi Mulheres recrutadas, escravizadas, vendidas e assassinadas pelo Estado Islamico (21/01/2016) seguiu-se A descoberta do tesouro de Troia (a grande burla da Arqueologia) em (29/01/2016) e por fim A Eutanasia, Vida ou Morte, os pros e contras (06/02/2016). Alguns destes temas sobretudo dois em particular que abordam o Estado Islamico e o que aborda o tema da Eutanasia provocaram uma reaccao positiva em que alguns leitores se manisfestaram com agrado acerca das mesmas cronicas. Nao e de todo facil receber-se uma critica positiva quando o tema e tao polemico mas creio que o segredo esta em apesar de revelar a minha opniao pessoal apresentar sempre os dois lados da questao sem puxar em demasia para um dos lados.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Duas Vidas, Dois Amores, Duas Familias e Uma Chantagem


 
Duas vidas e dois amores era assim que tinha sido a sua vida ate aos dias de hoje e nao estava de forma alguma a pensar em mudar alguma coisa. Era assim que ia continuar a ser.

Ele sabia que estava a cometer um crime sendo casado com duas mulheres, tendo duas familias e ate mesmo duas vidas embora somente um nome. A sua profissao como Piloto de uma compahia aerea em voos transatlanticos facilitava-lhe a vida toda e fazia com que tudo pudesse ser perfeito e tambem ele conseguisse dar tudo o que as duas esposas precisavam sem faltar nada aos filhos e filhas tanto de um lado como de outro. Amava todos da mesma forma e rezava para que nada um dia fosse descoberto, nao o obrigassem a escolher entre uma das esposas e uma das familias era como ao faze-lo estivesse a desprezar a outra familia quando eram ambas do seu sangue das suas raizes, preferia morrer ao ter de o fazer. Nem sabia o que fazer quando se viesse a reformar. Como iria justificar as ausencias.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

A Eutanasia, Vida ou Morte, os Pros e Contras



E sem duvida um dos casos mais polemicos dos ultimos anos a Medicina evita aborda-lo e a Igreja nao quer sequer ouvir falar nele com todo o seu conservadorismo enquanto os mais liberais apontam que e um direito do ser humano por ou nao termo a vida por outro lado a imprensa nao resiste a dar-lhe destaque sempre que possivel. Reparem agora em algo que direito tem um pais, um estado que aprova e mantem a Pena de Morte mas nao aprova que alguem possa por termo a propria vida por estar a viver debilitado e em permanente estado de sofrimento. Aquilo que disse a respeito da Pena de Morte e tambem atribuido ao Aborto, certos paises nao aprovam a Eutanasia, e crime matar segundo eles, nao importa a razao mas ao mesmo tempo alguns desses paises, muitos ate, aprovam o Aborto.

A minha opniao acerca do caso e que pessoalmente sou contra mas nao tiro o direito a cada um de decidir por termo a propria vida enquanto esteja capacitado e com condicoes mentais para o fazer, isto e se a pessoa esta capacitada e esta plenamente consciente da decisao que esta a tomar o seu pedido pode nao ser de logo atendido mas deve entrar em processo de aprovamento e devera ser reunida uma junta medica para decidir se existe alguma forma de ajudar aquele Doente reduzindo o sofrimento causado pela sua doenca.