Mostrar mensagens com a etiqueta Politica Nacional. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Politica Nacional. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

A Expulsao Dos Jesuitas de Portugal e Colonias



O tema desperta-me um certo interesse porque ainda hoje se fala na culpa ou inocencia dos religiosos da mesma ordem e que para alguns foram alegadamente vitimas das politicas duras do Primeiro-Ministro e Secretario de Estado do Rei Jose Francisco Antonio Inacio Norberto Agostinho (1714-1777) que viria a governar Portugal e o seu imperio alem mar com o nome de Dom Jose I (1750-1777) Sebastiao Jose de Carvalho e Melo (1699-1782) mais conhecido como Marques de Pombal e Conde de Oeiras.

A expulsao dos Jesuitas de Portugal e das suas Colonias ficou-se a dever ao alegado envolvimento dos Jesuitas na tentativa de atentado e tentativa de Regicidio contra Dom Jose por parte da Familia dos Tavora em 1759 que terminou com a execucao da familia dos Tavora e a expulsao dos Jesuitas de Portugal por alegadamente estarem envolvidos no mesmo crime.

domingo, 14 de maio de 2017

A Questao Dinastica Portuguesa


 
Nao fosse o tema do meu agrado ja por si envolver a Historia no caso em particular Historia de Portugal para despertar o meu interesse mas tambem por envolver uma area da Historia que e a, Genealogia, para esta cronica ganhar um interesse especial da minha parte. Esta cronica penso que pode ajudar tambem a esclarecer uma duvida de alguns, de muitos ate, talvez.

Muitos podem perguntar como foi possivel continuar com a Casa de Braganca e a mesma Dinastia se Manuel Maria Filipe Carlos Amelio Luís Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis Eugenio de Saxe-Coburgo-Gota e Braganca (1889-1932) o chamado Dom Manuel II casou mas veio a falecer na no exilio em Londres em 02 de Julho de 1932 sem ter deixado um descendente que assegurasse a existencia de um Rei caso Portugal deixasse de ser uma Republica e viesse a ser novamente uma Monarquia? O mesmo Dom Manuel II como se sabe foi o unico sobrevivente do Regicidio que vitimou o seu pai Carlos Fernando Luis Maria Victor Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis Jose Simao de Braganca Saboia Bourbon e Saxe-Goburgo-Gota (1863-1908) mais conhecido como Dom Carlos I de Portugal e seu irmao mais velho e herdeiro do Trono de Portugal Luis Filipe Maria Carlos Amelio Fernando Victor Manuel Antonio Lourenco Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis Bento de Orleans-Braganca e Saxe-Coburgo-Gotha (1887-1908) mais conhecido como Dom Luis Filipe.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

O Sebastianismo



O Sebastianismo leva-me e faz-me pensar naqueles que esperavam em vez de pelo Dom Sebastiao de Portugal (1554-1578 (?) ) "O Desejado" espervam pelo Messias ou seja seguiam o Messianismo.

Para muitos so o regresso do Rei naquela sonhada manha de nevoeiro podia salvar Portugal do dominio do Reino de Espanha mas tal nunca veio a acontecer e somente em 1640 ja com a ultima Dinastia em Portugal ficamos livres dos espanhois apos Dom Joao IV (1604-1656) chamado de "O Restaurador" ter tomado o poder e ser autoclamado Rei de Portugal em 1640 depois de ser sido Duque de Braganca (1630-1645). Chegava assim ao fim o dominio espanhol em Portugal que durou de 1580 ate 1 de Dezembro de 1640 teria assim tambem no entanto inicio a Guerra da Restauracao (1640-1668) que terminaria ja depois da morte de Dom Joao IV no reinado de seu filho Afonso VI (1643-1683).

terça-feira, 26 de abril de 2016

Dom Manuel II, de Portugal (1889-1932) o Adeus a Monarquia em Portugal



Ja faz algum tempo que eu e a Historia de Portugal andamos um pouco afastados ou de costas viradas no entanto sao diversos os temas que um dia ainda gostaria de homenagear aqui no Blog escrevendo sobre os mesmos. A ultima vez que publiquei uma cronica sobre a Historia de Portugal foi no ano passado quando em 11 de Novembro publiquei a cronica A tragedia do Terramoto de Lisboa, 1 de Novembro de 1755.

Esta cronica faz-me pensar em algo. Como estaria Portugal se estivesse entregue a um regime monarquico? Nao sei, a unica certeza que tenho e que certamente nao estaria pior do que esta. Eu vivo quase a vinte anos num pais com Monarquia e o mesmo e considerado como aquele que mantem a Economia mais forte na Europa, Reino Unido e apenas um exemplo vejamos tambem a Suecia, Espanha e o Luxemburgo entre mais alguns paises na Europa que sao monarquicos ou onde os monarcas ainda tem muita forca politica num regime ja republicano. Nao estou a defender a Monarquia e nem a tornar-me Monarquico mas apenas realista. Portugal certamente se estivesse sobre um regime monarquico mais conservador nao teria entregue as colonias da forma como as entregou entre muitas outras coisas que poderiam ter sido bem diferentes se Dom Manuel II de Portugal (1889-1932) tivesse governado e dado continuidade a Monarquia em Portugal mas depois do Regicidio de 1 de Fevereiro de 1908 era visivel que isso seria praticamente impossivel.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

O Caso de Camarate, Acidente ou Atentado

                                               

Esta cronica nao deixa de ter alguma importancia para mim visto vir daqui a primeira memoria de que me lembro, tinha eu no entanto apenas tres anos e dois meses faltando tambem apenas vinte dias para os tres anos e tres meses mas mes a menos ou mes a mais pouco importa. Mesmo apesar da minha tenra idade lembro-me bem de ouvir o meu padrasto dizer a minha mae o que tinha acontecido depois de ouvir o noticiario de posto de radio a casa onde estavamos de visita na altura da minha avo materna nem luz tinha quanto mais televisao.

Este e tambem mais um caso em que escrevo acerca de crimes sem usar a etiqueta Justica, afinal jamais se encontraram e puniram quer fosse mentores ou executantes e tambem uma das paginas mais negras da politica portuguesa e claro tambem da justica, da justica que ate hoje nao houve e dificilmente algum dia havera apesar dos constantes inqueritos e investigacoes o resultado foi sempre o mesmo culpados nem ve-los e enquanto as perguntas e incertas sao muitas bem menores sao as respostas e certezas do que aconteceu na noite 4 de Dezembro de 1980.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

O Movimento das FP-25 Abril

 
 
A nova geracao portuguesa possivelmente ouve por vezes sem conta falar em movimentos terroristas e em grupos terroristas quse sempre relacionados e ligados ou a identidades religiosas ou politicas. Ao falar nessas organizacoes refiro-me sobretudo e mais exactamente a Al-Qaeda que para muitos ate ao 11 de Setembro de 2001 tal como eu era algo que desconheciam por completo embora soubesse desde a muito tempo como sao os extremistas radicais islamicos e muculmanos sobretudo quando se organizam em grupos. Falo tambem do IRA, do Hamas, no proprio Hizbollah e bem mais perto de Portugal o caso da ETA o grupo terrorista a operar em Espanha e Franca fazendo assim o terrorismo estar tambem presente no grupo de paises que compoem a UE  e na propria Penisula Iberica e que procuram a todo custo e por todos os meios sem qualquer apreco pela vida humana a independencia do Pais Basco. A juventude portuguesa tambem podera ter ouvido falar em algo semelhante nos anos 80 do seculo passado em algo semelhantes ainda que sem fundamentos religiosos somente politicos o caso dos FP-25 o mesmo grupo terrorista fez com que o terrorismo em Portugal fosse uma realidade e nao fosse apenas uma preocupacao dos outros de fora mas tambem dos portugueses.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Sebastiao Jose de Carvalho e Melo (1699-1782), Marques de Pombal

 

Muitos pelo seu nome ainda que nao incucultos podem  nao saber quem ele e, mas depois de falar de seu nobre titulo de "Marques de Pombal" serao poucos os portugueses que nao sabem de quem se trata, que nao sabem  quem ele foi. O mesmo Sebastiao Jose de Carvalho e Melo ou entao se voce preferir Marques de Pombal e das figuras mais importantes e emblematicos da Historia de Portugal. Atrevo-me a dizer que poucos foram os monarcas portugueses que tiveram sua importancia e assim influenciar a Historia de Portugal para prova-lo esta a estatua  no cima de uma das avenidas mais importantes da cidade de Lisboa, as suas politcas e reformas mesmo nos tempos que se passaram durante uma das maiores senao a maior tragedia que poderia suceder-se em Portugal de que a memoria, igual ao terramoto de 1755 em plena Lisboa tragedia como essa nos tempos e anos mais recentes so posso comparar mesmo o incendio do Chiado ocorrido no dia 25 de Agosto de 1988 um desaire maior pelo simples facto do carro de bombeiros nao conseguir entrar na zona historica lisboeta mais exactamente na conhecida Rua do Carmo, a zona da cidade nao estava afinal totalmente bem preparada para uma nova tragedia como idealizou o Marques de Pombal mas mesmo esta em nada comparavel na imensidao da tragedia de 1 de Novembro de 1755.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Antonio de Oliveira Salazar (1889-1970)

 

Ja aqui falei neste blog de algumas pessoas em temas onde as mesmas podiam ser abordadas mas nunca fiz nenhum trabalho que se pudesse chamar de biografia ja que considero que uma biografia e um tema unico em que se fala apenas de uma pessoa, embora possa haver casos a parte em que por exemplo se pode fazer a biografia de uma banda de musica. Vou faze-lo agora pela primeira vez e sinto um certo orgulho nisso porque o escolhido foi sem duvida um grande exemplo de maior valor, nao sou eu apenas que o digo mas nao ha muitos anos quando se fez um programa televisivo para escolher o maior portugues de todos os tempos, ele Antonio de Oliveira Salazar foi o escolhido, quem me conhece facilmente o poderia adivinhar ou calcular porque sabem a simpatia que tenho por este senhor honesto, modesto e sensato, homem de grandes qualidades e enorme caracter que governou Portugal e colocou sempre os interesses do mesmo e dos portugueses acima de tudo, talvez eis aqui a razao pela qual governou um pais e chegou ao fim de uma vida sem nada ou pelo menos sem riqueza aparente.